quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Novelas em crise

Globo e Record estão enfrentando uma má fase em suas novelas. O horário político é um dos fatores que diminuíram os números das novas atrações das duas emissoras.


Foto: Link Atual

Como dito num post anterior, a novela voltada para o público juvenil, Malhação, apesar de apostar numa nova temporada, com histórias que se alteram a cada duas semanas, perdeu força e vem registrando entre 11 e 14 pontos.
      

Lado a Lado, que estreou durante o horário político gratuito, além de começar 15 minutos mais cedo, também tem a difícil missão de segurar a média atingida por Amor Eterno Amor que era de 23 pontos, mas não é isso que está acontecendo. A trama diariamente fecha entre 17 e 19 pontos e já é considerada como o maior fracasso das novelas das 6.
Outra história que está com difícil aceitação entre o público é o remake Guerra dos Sexos. A ultrapassada briga entre homens e mulheres vem conquistando média de 24 pontos, 8 a menos que sua antecessora, Cheias de Charme, alcançou na reta final. Aliás, a novela das empreguetes, só perdeu audiência por causa da propaganda política. Enquanto era exibida no horário tradicional, alcançava até 36 pontos de média, um fenômeno para a faixa das 7.


Apesar dessas obras permanecerem abaixo dos números desejados, a Globo continua líder de audiência em todos os horários de suas dramaturgias. Agora, quem está enfrentando uma crise sem fim é a Record.
Depois de alterar a exibição e diminuir os capítulos da fracassada Máscaras, a TV da Barra Funda buscou em uma nova trama a solução para os seus problemas. Balacobaco, além de ter linguagem de novela das 7 diminuiu ainda mais a participação da Record na faixa nobre.
Com a missão de recuperar a vice liderança, tomada pelo SBT, a história de Gisele Joras estreou na terceira posição com 8 pontos, mas também já chegou a amargar na casa dos 4, permanecendo com média de 5.

Foto: CNTV

As duas emissoras, daqui pra frente terão que buscar alternativas para subir seus índices, como: dar mais espaço para os personagens favoritos do público, alterar o destino de outros e buscar satisfazer o gosto do telespectador que hoje, mais do que nunca, está exigente.